Medicina 

Estética

Fisioterapia Dermatofuncional

      A Fisioterapia Dermatofuncional é a especialidade responsável pela promoção e reabilitação da funcionalidade do sistema tegumentar. Atua na avaliação, prevenção e recuperação de distúrbios/patologias, procedimentos cirúrgicos e lesões de origem endócrina, metabólica, circulatória, dermatológica, musculo-esquelética ou neurológica que afetem direta ou indiretamente a integridade do sistema tegumentar.

 

       O fisioterapeuta dermatofuncional atua desde a prevenção ao tratamento das (dis)funções tegumentares, sendo a sua intervenção baseada na promoção da saúde, e na reabilitação em contextos reparador e cirúrgico. Assim, poderemos ver este profissional a atuar em diversas condições tais como: gordura localizada, fibro edema gelóide (FEG), flacidez cutânea e muscular, estrias, discromias, cicatrizes, rugas, patologias da pele (rosácea, psoríase, xerose, acne, dermatites e vitiligo), situações de descontinuidade cutânea como queimaduras e úlceras, atendimento pré, trans e pós-operatório, linfedema e mastectomias.

 

     Também apresenta um papel importante na luta contra o fotoenvelhecimento e no rastreamento precoce do cancro cutâneo com respetivo encaminhamento dermatologia.

Tendo em conta que as alterações que envolvem o sistema tegumentar e suas estruturas relacionadas, comumente afetam a aparência do sujeito, é possível compreender a relevância da Dermatofuncional, que atuará sim no ponto de vista da funcionalidade, e ainda representará um importante papel psicossocial.

     

       Em Portugal, a Fisioterapia Dermatofuncional começou a dar os primeiros passos há cerca de 10 anos. Embora seja um passado recente, já conta com dezenas de profissionais qualificados a intervir diariamente na mesma de norte a sul do país, maioritariamente em regime de prática privada em clínicas e hospitais.