Cavitação

1/4
A Cavitação, também conhecida por Ultralipo ou lipoaspiração não invasiva é um método eficaz para o tratamento de adiposidade localizada, celulite a famosa pele casca de laranja. Dada a sua eficiência, constitui uma boa alternativa à lipoaspiração tradicional, até porque se trata de um método não invasivo e completamente indolor.

 

O que é a Cavitação?

 

 É uma tecnologia de ultra sons que provoca a formação de micro bolhas no tecido adiposo, desencadeando a ruptura da membrana celular e fragmentação das células de gordura. O seu conteúdo é composto principalmente de triglicéridos, os que ficam disperso no espaço intersticial e são transportados através do sistema linfático até o fígado.
 

 Desta forma, o conteúdo das celulas adiposas, chamado de triglicéridos, não corre o risco de ficar na corrente sanguínea e será eliminado do organismo da mesma forma que acontece quando tomamos uma refeição com alto teor de gorduras.

 

Quais as vantagens e resultados da Cavitação?

 

  Em primeiro lugar, a cavitação é um método seguro e que ao contrário de outros procedimentos, como é o caso da lipoaspiração tradicional, não requer internamento, cortes, anestesias, nem tempo de recuperação.
 Os resultados da cavitação tornam-se evidentes logo nas primeiras sessões.

  O contorno do corpo torna-se mais definido para que consiga obter uma silhueta mais elegante. Porém, este tratamento, pode ser feito não apenas por mulheres, mas também por homens e as zonas mais tratadas são os glúteos, as coxas, o abdómen e a parte externa e interna da perna. Poderá ainda ser utilizado noutras áreas com um índice de adiposidade elevado.

 

 Evidentemente são recomendados alguns cuidados com a alimentação, bem como a prática regular de exercício físico, de forma a não recuperar a gordura perdida.
 Os especialistas recomendam que haja um intervalo de pelo menos 3 dias entre sessões e recomendam aos pacientes para beberem dois litros de água por dia, durante o tratamento, para ajudar na eliminação da gordura do nosso corpo.
 
Qual a duração do tratamento?

 

  O tratamento tem uma duração variável de acordo com a zona a tratar, o grau de adiposidade e o organismo de cada pessoa. De qualquer forma, são recomendadas, regra geral, seis a doze sessões por zona a tratar, sendo que cada sessão tem uma duração média de 45 minutos.

A cavitação costuma ser seguida por uma drenagem linfática manual que facilitará o encaminhamento dos triglicéridos para as vias linfáticas e para o fígado.

 

Riscos – Quais as contra indicações da cavitação?

 

  A cavitação está contra-indicada nas grávidas, pessoas com problemas de pele, doentes de cancro e portadores de prótese e/ou pacemaker.
 Caso sofra de hipertensão ou tenha problemas de tiróide, deve comunicá-lo ao terapeuta, pois dependendo das situações, poderão constituir entraves à aplicação dos tratamentos de cavitação. Para além destas situações, a cavitação não deverá ser utilizada nos lábios, no rosto, nas mucosas, no pescoço, nos seios, na zona do coração ou em áreas corporais com feridas e/ou varizes.